Eu, quando criança, desejava crescer. Achava que a vida de adulto era moleza. Mas a vida de adulto não é nada fácil. Passamos o dia inteiro correndo de lá pra cá, envolvidos em compromissos, trabalho, projetos paralelos e tentando encontrar um fôlego para ter uma vida social.

Além de toda rotina estressante, perdemos muito tempo nos deslocando. Eu, pro exemplo, que moro em Duque de Caxias e trabalho na cidade do Rio de Janeiro tenho que me deslocar cerca de 20 km todos os dias. O que não seria muito se no meio do caminho não houvesse o apocalíptico trânsito da cidade. Mas o trânsito existe e temos que coloca-lo na nossa equação de tempo. Geralmente eu levo uma hora até o trabalho (quarenta minutos se o trânsito estiver bom) e depois levo mais uma hora para voltar, pois saio do trabalho um pouco antes da hora do hush e isso me economiza uma grande dor de cabeça, pois poderia ser bem pior.

Então, vamos pensar comigo em algumas equações simples. Todos os dias, somando-se a ida e a volta, eu perco duas horas no trânsito. Em uma semana, na qual trabalho cinco dias, estarei perdendo entre buzinas e freadas cerca de dez preciosas horas. Um mês pode vir a ter quatro semanas, dessa forma são perdidas, em média, quarenta horas por mês. Isso equivale, portanto, a aproximadamente um dia e meio perdido atrás do volante. Se esse tempo fosse convertido em uma folga, eu poderia dormir até tarde, ou visitar a região serrana, ou ir até São Paulo e voltar, ou fazer um spa day, ou ler um livro inteiro, ou fazer uma maratona de filmes, ou qualquer outra possibilidade melhor que cortar a zona norte do Rio de Janeiro. Se formos pensar nisso de forma ainda mais ampla, em dez meses, eu estou perdendo em média dezesseis dias que, se convertidos em uma folga, eu poderia fazer uma viagem pela Europa ou um Cruzeiro por ai.

Então ficamos assim:

O tempo que eu perco em trânsito, dentro do estado do Rio de Janeiro, eu poderia, por mês, fazer as seguintes viagens de carro:

Visitar meu pai em São Paulo, passar dois dias e voltar

mapa4

Rio Grande do Sul (Ida e volta)

mapa1

Fortaleza

mapa2

E com mais quatro horas, vou à Argentina!

mapa3

 

Acho que  é muito tempo perdido e não, nós não temos todo tempo do mundo.

E você, já pensou no tempo que você perde daqui pra lá?

Beijos e carinhos, fiquem com Deus.


8 Comentários
Simone

A Escritora - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2014