Escritora

O sonho de Ulisses

Já faz algum tempo que tenho “ruminado” o projeto de publicar a rapsódia denominada O sonho de Ulisses. Ainda estou trabalhando em alguns aspectos da trama, mas deixo para meus queridos leitores o comecinho desta história que espero ver publicada ainda este ano.

O sonho de Ulisses

Quando aprendera a ler já era um homem feito, um pouco de barba na cara e mãos calejadas pelo trabalho. Quando as palavras começaram a saltar da folha de papel e fazer algum sentido em sua mente, sua cabeça já contemplava os primeiros cabelos grisalhos, apesar de ainda não ter passado dos vinte.

Foi quase sem querer que aprendera a ler. De princípio não queria, sentia-se envergonhado pela gagueira constante ao tentar juntar as palavras, mas o professor Ambrósio, que era do tipo jovem e altruísta, não desistiu do desafio que era fazer aquele homem rude ler e pouco tempo depois tornou-se hábito que estivesse em suas mãos a enxada pela manhã e a noite um livro.

Era sempre quando caia a noite que começava a ler. Pegava livros emprestados com o professor Ambrósio. De princípio eram narrativas curtas, algumas infantis demais para um homem calejado pela vida. Com o passar do tempo, as narrativas foram ficando mais extensas e algumas saltavam aos olhos palavras que nem se quer sabia que existiam. Aprendeu por fim a utilizar o dicionário e seus irmãos e tios passaram a taxá-lo de metido porque, por vezes, arriscava-se em falar difícil e usar palavras que ninguém por ali conhecia.

Era noite, e como por costume pegou o mais recente livro emprestado. Os livros faziam sua mente voar para longe daquela realidade árida, aquele em especial o levava pelo mar. E como era vasto o mar! Achava graça de compartilhar o nome com o protagonista daquela narrativa. Achava bom ver seu nome repetidas vezes escrito em um livro. Adormeceu quando Ulisses resistia ao canto das sereias e sonhou. Sonhou que ele ia para longe, não viajando através dos livros do professor Ambrósio, mas ia de corpo e alma para longe. A terra seca, a enxada, a horta de seus pais, o riso zombeteiro dos irmãos: tudo era deixado para trás numa fumaça que se dissipava no horizonte. Ele ia à frente, em um barco tão nobre quanto o de Ulisses, sentia a brisa do mar que nunca havia sentido em vida e ouvia um canto, o canto mais bonito de todos. Podia vê-las dançando na água, não era apenas uma, mas três sereias de cabelos coloridos e colo nu rodopiavam na água e embalavam o navio com sua canção hipnotizante. Jogou-se ao mar, sem pestanejar e acordou com o baque surdo da Odisseia no chão.

Depois daquela noite fixou em sua mente uma ideia: Encontraria uma sereia. Ele sabia que em seu sonho não havia resistido aos encantos daquelas mulheres mitológicas meio humanas, mas tinha consigo a certeza que não sendo um sonho resistiria tão bravamente como resistiu Ulisses e contemplaria a maior beleza meio feminina existente na terra.

image

Este é apenas o comecinho, espero logo publicá-la para que vocês conheçam toda essa rapsódia.

Beijos e carinhos, fiquem com Deus.

 

Geral

Como é que pode?

Ainda sobre as comemorações do meu aniversário (e da minha irmã gêmea, Silvia), sobre o qual eu falei um pouco da festa aqui, no dia 22 de maio fomos assistir à peça “Como é que pode?” do Gabriel Louchard com direção do Leandro Hassum.

1390398391grandes_atores_thumb_home_e_programacaocopy

 

O espetáculo que envolve humor e mágica é bem divertido e interativo. O mágico/comediante, pega pessoas no público para auxiliá-lo em seus números. Eu e minha irmã sentamos na segunda fileira e pudemos assistir a tudo bem de pertinho. A Silvia pôde assistir ainda mais de perto, pois ela auxiliou o humorista no primeiro número, subindo ao palco e morrendo de vergonha. Uma pena que não pude fotografar ou filmar este momento, valia um registro. Assim como eu a Sil é super tímida e imagino o frio na barriga que deu ao subir no tablado e ver a plateia lotada.

Segue aqui uma das melhores partes do show, que pesquei no Youtube.

A peça está no Norte Shopping, no teatro Miguel Falabela. Quem ficou interessado e quiser mais informações, pode ver no site, mas indico comprar lá, no dia, pois eles oferecem no shopping filipetas com descontos de 50%.

Beijos e carinhos, fiquem com Deus.